Help!

Um calor infernal lá fora e um calor ligeiramente menos infernal dentro de casa. Janelas abertas, ventoinha ligada e ainda assim este ambiente abafado que nos amolece e nos faz funcionar a metade da velocidade normal. Bebidas frescas, banho frio, deitar no chão e respirar fundo, vale tudo para mandar embora esta preguiça de origem metereológica.
Às vezes já nem sei bem se o calor vem de fora ou se emana de mim, depois de toda uma tarde a absorver graus centígrados e a rezar por uma brisa refrescante.
E assim se tenta estudar, languidamente: passa uma página, revê um conceito, sublinha uma frase. Agradece-se por a quarentena não incluir dores de cabeça (temos de ver algo positivo em tudo) e lamenta-se por não se poder vestir o biquini e correr para a piscina do prédio da frente.
É este diário monótono que partilho hoje, com toda a minha imaginação adormecida, sem grande ânimo e com uma triste carência de ideias.

1 comentário:

Silverdrop disse...

realmente está muito muito calor :/

decidi-me que é esta semana que as saias saem do roupeiro! porque se as meninas têm a possibilidade de usar roupitas tao frescas porque raio ando eu a usar calças!? (ok, o provavel é continuar a usar as belas calças esta semana até pk ainda pareço um dálmata :/:/)

:)