A verdadeira selva urbana

Passo a relatar aquilo que aconteceu hoje ao fim da manhã numa rua respeitável (pensava eu) da nossa capital:
1º - Homem, bem vestido e com ar de empresário, estaciona o seu carro em segunda fila para se sentar numa esplanada e tomar o pequeno-almoço no café
2º - Outro homem, agitado e apressado, aproxima-se do dito carro e, com objectos não identificados semelhantes a pedras, parte o vidro de trás e todos os vidros laterais. Não contente dirige-se ao café e dá 3 ou 4 murros no dono do carro, que tinha ficado petrificado com a ocorrência
3º - Agressor foge a correr e ninguém faz nada

--» Informação relevante fornecida por um dos (sempre bem informados) transeuntes locais: o senhor bem vestido e o senhor que parte vidros tinham sido sócios mas, alegadamente, o bem vestido burlou o que parte vidros em 200 mil euros.
(Pois... dois senhores muito íntegros, sim senhor!)

Mais uma manhã pacata em Lisboa :s

3 comentários:

Jotomicron disse...

Isso mais parece uma cena saída de um filme... =/

Ainda bem que eu não tenho sócios nem carro nem bebo café nem ando lá muito dentro de Lisboa lol.

Ana disse...

... ena ena! E eu que pensava que "estas coisas só aconteciam na América", onde tudo acontece! :)

Silverdrop disse...

e a isto se chama resolver as coisas à moda do povo...